Vale a pena guardar dinheiro na poupança?

Você também é como muitos brasileiros que ao falar em guardar dinheiro logo pensam na caderneta de poupança? Se a sua resposta é SIM, é importante rever essa perspectiva, pois embora a poupança seja amplamente utilizada até hoje, muitos analistas e especialistas em economia alertam para a baixa rentabilidade. Por isso, no artigo de hoje, a Montenegro Investimentos te ajudará a refletir sobre o assunto: será que ainda vale a pena guardar dinheiro na poupança? Acompanhe!

Convenhamos, um dos motivos pelo qual a poupança se tornou a alternativa preferida dos brasileiros é justamente pela sua facilidade. Com muitas contas correntes sendo vinculadas às poupanças, o processo de direcionar o dinheiro tornou-se bem simples. Bastam alguns cliques (ou toques) para tirar de uma e transferir para outra. Você deve ter feito isso inúmeras vezes, não é mesmo?

Pois bem! O ponto é que diante de um cenário de baixíssima rentabilidade da poupança e da popularização de outras possibilidades de investimentos, chega o momento de reavaliar o modo como você tem cuidado do seu dinheiro. Para começar, você já parou para entender como a caderneta de poupança funciona? Pesquisar sobre a modalidade que se pretende investir é o primeiro passo para tomar uma decisão eficaz e por esse motivo jamais pode ser negligenciado. 

Primeiramente, é importante saber que o dinheiro depositado na conta poupança faz aniversário mensalmente e é ao completar esse ciclo que os juros da quantia correspondente são adicionados ao valor total. Desse modo, a primeira lição que podemos extrair é a seguinte: a retirada do dinheiro antes de completar o aniversário implica em não receber os rendimentos correspondentes. 

E a rentabilidade da poupança que tanto falamos? Esse é outro aspecto fundamental de se compreender, afinal, quem deseja valorizar seu dinheiro de verdade certamente procura alternativas que ofereçam bons rendimentos. Quando se fala em rentabilidade nesse tipo de investimento, especificamente, deve-se considerar que há relação direta com duas taxas: a Taxa Selic, que é a taxa básica de juros da nossa economia, e a Taxa Referencial (TR), uma espécie de indicador para a atualização monetária de algumas aplicações financeiras e operações de crédito. 

Funciona assim: caso a Selic esteja abaixo ou igual a 8,5%, a rentabilidade será igual a 70% da Selic mais a TR. Se a taxa Selic estiver acima dos 8,5%, no entanto, o rendimento será de aproximadamente 0,5% ao mês, mais a TR. Vale dizer que quando a Selic está em baixa, a TR cai. Avaliando uma realidade na qual desde 2017 a TR está zerada, imagine como têm ficado os rendimentos da poupança – baixíssimos. É por isso que o diferencial da poupança está apenas na liquidez imediata, ou seja, na possibilidade de resgatar o valor parcial ou total a qualquer momento.

Ok, mas você pode estar se perguntando: e a segurança desse tipo de investimento também não é uma vantagem? Depende! Apesar de a poupança ser considerada uma alternativa segura, a garantia pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) é limitada a R$ 250 mil por pessoa. Isso significa que se você tiver investido acima desse valor e ocorrer alguma eventualidade com o banco, é possível que perca parte do dinheiro. 

Considerando os critérios ‘rentabilidade’ e ‘segurança’, vale avaliar outras opções com a mesma garantia do FGC existente na poupança, mas que proporcionem maiores vantagens, como CDB, RDB, LCI e LCA. Aliás, há investimentos que embora impliquem eventual cobrança de Imposto de Renda (IR), ainda podem compensar em razão de proporcionar uma rentabilidade muito maior, especialmente a longo prazo, já que o IR é regressivo na renda fixa. 

Como se pode observar, são inúmeras as possibilidades. Portanto, se o objetivo é fazer o seu patrimônio render de maneira mais eficaz, não abra mão de contar com profissionais especializados em buscar investimentos que aliem segurança, rentabilidade e liquidez, sem perder de vista os seus objetivos.

 


E aí, qual a sua conclusão? Vale a pena guardar dinheiro na poupança?

Entre em contato e solicite uma avaliação personalizada para obter mais informações sobre o assunto e compreender quais as alternativas mais adequadas para você. A Montenegro Investimentos atua incansavelmente para disseminar educação financeira e auxiliar investidores a tomarem as melhores decisões. Será um prazer contribuir com a evolução do seu conhecimento e patrimônio!

Conte com assessores experientes para indicar soluções estratégicas de investimentos e conquiste melhores resultados!

Open chat